Quem disse que precisamos gastar tufos de dinheiro em uma viagem para a Europa para ter uma experiência maravilhosa, com cara e charme europeu? Não precisa! Buenos Aires, capital da Argentina, é uma ótima opção para aqueles que não têm muitos dias de folga e querem gastar pouco.

Em minha primeira viagem ao exterior escolhi Buenos Aires, porque tem todo o charme, cultura e arquitetura das cidades europeias, uma herança de sua colonização espanhola.  Fiz a viagem com uma amiga com quem dividia apartamento em 2011 e repeti a dose em 2015. Nas duas ocasiões fiquei 4 noites e 5 dias. Em 2011 me hospedei em um hotel pequeno, mas muito charmoso, que se chama D’ Artist Hotel Boutique, a apenas 2 quadras do Obelisco, região central da cidade. Tudo muito bonito e arrumado, amamos! O café da manhã era bem servido, com opções para todos os paladares. Em 2015 me hospedei no Ibis Obelisco. Um charme também, mas com o mesmo padrão de todos os Ibis.

Montamos nosso roteiro de forma que pudéssemos aproveitar de tudo: gastronomia, museus, livrarias, pontos turísticos, teatro e dança.

Plaza de la Republica

Como já disse, nas duas vezes fiquei hospedada bem pertinho do Obelisco, que fica na Plaza de La Republica, uma das mais belas praças de Buenos Aires. O Obelisco tem, acreditem, 67 metros de altura e foi inaugurado durante a comemoração dos 400 anos da cidade. Ao redor, é repleto de restaurantes, teatros e hotéis. Dica super útil: hospede-se em um hotel ali. O custo-beneficio é ótimo, pois os táxis do centro para os bairros saem baratos e você ainda pode usar o metrô e linhas de ônibus. Não tivemos dificuldades em andar com transporte público por lá.

Avenida Corrientes

Ah, essa sim parece uma Broadway portenha. Essa avenida longa, que começa no Obelisco, abriga a maioria dos teatros da cidade. Você vai encontrar peças infantis, musicais e peças adultas! Os preços também são bem camaradas! Outra dica genial são as  livrarias, confeitarias e pizzarias, que ficam  abertas ao público até altas horas da madrugada.

Calle Florida

Mega lotado de turistas, esse enorme calçadão vai do centro de Buenos Aires até o bairro de San Telmo. Fizemos esse percurso a pé, pois queríamos aproveitar para ver as lojas (que são muitas) com preços vantajosos. Além disso, a rua é endereço do shopping center Galerias Pacífico, instalado em um edifício do século 19. Lindíssimo! Passeio incrível!

Puerto Madero

A noite, aproveitamos para visitar o bairro Puerto Madero, antigo porto da cidade e que foi totalmente restaurado e se transformou em um badalado point com restaurantes e bares. Lá escolhemos um restaurante não muito caro: o Chila. Compensa muito o investimento, comida impecável! Aberto desde 2006, o cardápio traz a cozinha argentina contemporânea, combinada com aspectos culinários europeus e asiáticos. Vale a pena conferir o leitão em longo cozimento com maracujá, ravióli de pata de porco e purê de chalota.

La Boca

Quando chegamos nesse bairro ficamos encantadas com as famosas casinhas coloridas, fofas! Além disso, o bairro abriga o estádio La Bombonera, do tradicionalíssimo time de futebol Boca Juniors.  Na rua Caminito é comum encontrar bailarinos dançando tango e artistas expondo pinturas com as mais belas paisagens da cidade. Inclusive, muitos turistas tiram fotos ali em um painel que podemos colocar o rosto e fingirmos ser dançarinos de tango!

Palermo

Esse bairro é bem bonito, com muitas árvores. Aproveitamos os cafés para lanches rápidos e valeu muita a visita ao Museu de Arte Latino-Americana de Buenos Aires, que abriga em seu interior diversas obras que retratam a historia da arte latino-americana. O prédio não é muito grande, mas  é bem contemporâneo e moderno, além de ser considerado um dos melhores museus da América do Sul, ao lado do Masp e Pinacoteca, ambos localizados em São Paulo. Como mulher, não poderia deixar de visitar um dos maiores e mais movimentados shoppings de Buenos: Shopping Alto Palermo. Em uma localização privilegiada, na Avenida Santa Fé, o shopping reúne mais de 180 lojas de grifes nacionais e internacionais, uma filial da sorveteria Freddo e o maior Cinemark de Buenos Aires!!!!!!!!

Cemitério Recoleta

Buuuuuu!!! Não, não é um programa estranho! Vocês me perguntam o que tem demais nesse cemitério? Explico: Ele é visitado por turistas do mundo inteiro pois é um verdadeiro Museu a céu aberto. A estética e a ostentação dos túmulos justificam a fama. Sem contar que em seu interior temos os túmulos de personalidades e famílias importantes da Argentina, como o de Evita Perón.

Comer e beber bem!

Como uma grande metrópole, Buenos Aires reúne diversos restaurantes e cafés. A carne argentina é conhecida mundialmente como uma das melhores: Eles chamam de Parrilla.  Outra peculiaridade da culinária argentina é o dulce de leite (Doce de leite), simplesmente delicioso. Vale comprar para trazer! Nas avenidas e shoppings você encontra diversas docerias que vendem alfajor, um doce incrível. Eu comprei muitos para dar de lembranças aos amigos em uma loja enorme da Arcor, na avenida Corrientes. Outra coisa que você não deve deixar de comprar são os vinhos! A Argentina é um grande país produtor de vinho e por sua qualidade e sabor.