Ao sair do Brasil, um passo importante que o turista precisa providenciar é a compra da moeda do país de destino. Porém, o momento de compra é sempre um dos maiores desafios, pois independente do orçamento, todos se esforçam para ter o melhor proveito do seu dinheiro.

Para te ajudar, Mathias Fischer, diretor de estratégia e inovação da Meu Câmbio, ferramenta que compara cotações de diversas corretoras e instituições financeiras possibilitando a compra da moeda estrangeira de forma online com valor mais em conta, separou algumas dicas para você viajar ao exterior com mais tranquilidade e, até, economizar alguns trocados. Confira!

1) Planeje o quanto você pretende gastar

Assim que o destino da viagem estiver definido, faça uma estimativa dos gastos que serão realizados. Dificilmente você conseguirá fazer a conta exata, porém, em cima do valor calculado, programe-se para comprar cerca de 20% a mais, para evitar contratempos ou gastos extras não previstos no planejamento.

2) Acompanhe as variações na cotação da moeda

Com tantas variações na cotação do câmbio fica difícil definir qual o melhor dia para comprar. Por isso, é importante acompanhar as cotações no período que antecede a viagem. Para avaliar qual é a melhor cotação, use a tecnologia a seu favor acessando o site http://www.meucambio.com.br. Por meio da ferramenta é possível comparar e encontrar os valores mais acessíveis e que se ajustem ao seu orçamento. Além disso, a compra pelo site disponibiliza a opção de retirar na loja parceira ou receber em casa.

3) Faça a compra em horário comercial

Não é possível dizer qual o horário mais vantajoso para cotar moeda, mas recomenda-se que a compra seja realizada em horário comercial. A ferramenta Meu Câmbio, por exemplo, consegue fazer compras fora desse horário, mas como a corretora não sabe se no dia seguinte a cotação vai estar mais alta ou mais baixa, ela coloca uma margem de segurança depois das 18h. Ou seja, o cliente acabará pagando mais caro. Além disso, opte por realizar a compra em pelo menos três dias úteis antes da data da viagem, para evitar problemas de pagamento como alteração de limite no banco, ou problemas com horário para receber o pedido.

4) Invista na compra da moeda oficial do país de destino

Nem sempre o dólar é aceito em qualquer lugar. Por isso, comprar a moeda oficial do país de destino geralmente é a melhor opção. Desta forma, o visitante não precisará trocar dinheiro de novo e ficar sujeito a novas taxas de conversão.

 
|